Com o objetivo de promover educação e mobilização social para uma efetiva gestão participativa de recursos hídricos, em 2011 a Fundação Parque Tecnológico Itaipu e a Agência Nacional de Águas, com apoio da Itaipu Binacional, assinaram convênio, que resultou no Projeto Água: Conhecimento para Gestão.

Foram desenvolvidos 30 cursos, oito deles com tradução para o idioma espanhol. Com cargas horárias entre 12 e 320 horas, as capacitações foram voltadas para profissionais e técnicos; professores, jovens e sociedade em geral. Em 5 anos, somaram-se 27 mil capacitados, pessoas de todos os estados brasileiros e de todos os países latino-americanos. E houveram também participantes da Espanha, Alemanha, Portugal, Cabo Verde e Moçambique.

A Educação a Distância (EaD) foi a estratégia utilizada para atingir essa dimensão territorial. “Há muito tempo sentíamos a necessidade de avançar com as ações de capacitação, mas era difícil alcançar ampla escala. O projeto teve grande importância neste contexto. A EaD fez a diferença, pois permitiu que de alguma forma todos os estados e todos os países da América do Sul fossem alcançados. As 27 mil pessoas beneficiadas têm potencial para multiplicar esse conhecimento”, avalia o Diretor da Agência Nacional de Águas, Paulo Lopes Varella Neto.

Na manhã de hoje (14), representantes das três instituições, alunos, professores, tutores e voluntários reuniram para solenidade de encerramento do convênio. O diretor superintendente da Fundação PTI, Juan Carlos Sotuyo destacou a sinergia entre as instituições. “Quando instituições se juntam por um objetivo comum, se vai muito mais longe. Foi fundamental o engajamento dos técnicos da ANA, dos mais de 40 técnicos da Itaipu e de uma seleta equipe da Fundação PTI, trabalhando para a construção deste conjunto de ferramentas, que envolveu conteúdos para educação à distância, para encontros presencias, jogos e outros tantos materiais”, pontuou. “Tivemos diferentes públicos formados, nos mais variados níveis de complexidade dentro temática recursos hídricos”.

O diretor da Itaipu Binacional, Jorge Samek, destacou a importância dos processos de capacitação e sensibilização da sociedade para os cuidados com a água. “A ANA desempenha um papel extraordinário de levar a visão sobre como usar a água, desenvolvendo ferramentas e incentivando boas práticas. Este projeto deu tão certo, tanto em número de capacitados, como em qualidade e quantidade de cursos, que estimulará outras parcerias. Para a Itaipu ter feito parte desse processo é motivo de muita alegria”.

Em 5 anos, foram ofertadas 50 mil vagas, para as quais mais de 131 mil pessoas se inscreveram, evidenciando a crescente demanda por capacitação na temática. Os cursos passarão agora por revisão e reestruturação, e voltam a ser ofertados dentro de alguns meses, diretamente pelo site da ANA, em: capacitacao.ana.gov.br

REVISTA ÁGUA E GESTÃO

Durante a solenidade foi realizado lançamento da 3ª edição da Revista Água e Gestão. O material apresenta a história do projeto e as conquistas dos 5 anos de atuação. Relata desde as motivações para formatação da parceria entre as instituições envolvidas, os objetivos, as metodologias utilizadas e os resultados alcançados. A revista traz depoimento de alunos, professores e tutores que participaram do projeto. A versão online está disponível em: aguaegestao.com.br/br/revista-agua-e-gestao-3a-edicao